Perguntas

Frequentes

Sobre a Processe Aqui

1Como funciona o site?

A Processe Aqui ajuda você a processar uma empresa sem perder tempo pesquisando profissionais e comparecendo às audiências. Nós cuidamos de todas as etapas sem nenhum custo inicial, enquanto você aguarda a sua indenização sem sair de casa.

Funciona assim:

  • Clique na opção “Processar agora” e responda algumas perguntas sobre o seu problema;
  • Nós analisaremos suas respostas e, em 1 dia util, entraremos em contato via e-mail/WhatsApp caso o seu problema esteja dentro dos nossos parâmetros;
  • Em seguida, você deverá nos enviar as provas e cópias de documentos pessoais que serão solicitados. Faremos análise dessas informações e, se estiver elegível, te enviaremos a procuração e um contrato de prestação de serviço;
  • Por fim, entraremos com o seu processo e você receberá atualizações periódicas sobre o andamento do seu caso sem sair de casa. Se houver indenização, ao fim do processo receberemos 30% do valor.
2Quanto custa para utilizar os serviços do site? Quanto eu preciso pagar para a ProcesseAqui?.com

Para iniciar o seu processo não haverá custo nenhum. Nós arcamos com esses gastos e você pagará pelo nosso serviço apenas se receber uma indenização. Deste modo, o custo é de 30% da quantia indenizatória e reembolso das taxas cobradas pela justiça.

3O que acontece se eu perder o processo judicial? Terei que pagar algo se eu não receber uma indenização?

Se você não receber a indenização, não precisará pagar nenhum valor para nós. O processo será feito de forma gratuita.

4Como a indenização será paga?

A indenização será transferida para a conta corrente que você informar durante o cadastro do caso, e que também constará no contrato de prestação de serviços.

Atraso em Entregas de Compras Online ou Entregas Não Concluídas

1O atraso na entrega pode gerar danos morais?
Sim, se o atraso na entrega de produto comprado online se estender, é possível o recebimento por danos morais. Para isso, é necessário dar início a um processo judicial.
2Quando posso entrar com processo?
Só é possível entrar com processo judicial, caso a compra online não chegue dentro do prazo estabelecido pelo fornecedor, ou seja, somente quando a data de entrega já estiver ultrapassada.
3Tem a possibilidade de indenização por danos morais nos casos de atraso de entrega?
Sim, pois é direito do consumidor receber sua mercadoria dentro do prazo estipulado no ato da compra, já que o atraso pode gerar uma série de prejuízos para a pessoa que adquiriu o produto. Além disso, o não cumprimento na data de entrega gera insegurança ao consumidor, que por sua vez, está juridicamente vulnerável por não ter certeza se o produto chegará ao destino.
4Falta de explicação em atraso de mercadoria gera dano moral?
Sim, o atraso na entrega do produto em si, já é passível de indenização por danos morais, além do direito a reembolso pelo valor pago, incluindo o frete.
5Atraso na entrega de compras online. Quais seus direitos?
A empresa tem o dever de cumprir o que é estabelecido no momento da venda, inclusive o prazo de entrega. Portanto, assim como a cobrança deve ser feita no valor correto, a data de entrega também deve ser cumprida. Caso contrário, o consumidor tem o direito de reembolso e, em alguns casos, de também receber indenização por danos morais. Sim, o atraso na entrega do produto em si, já é passível de indenização por danos morais, além do direito a reembolso pelo valor pago, incluindo o frete.
6Saiba o que fazer em caso de pedido atrasado.
Se o seu pedido atrasar, você terá o direito de reembolso do valor do produto adquirido, do frete e/ou qualquer outra quantia que tenha sido acrescida à compra. Além disso, se o atraso se prolongar, há possibilidade de recebimento de indenização por danos morais. Para isso, é necessário dar início a um processo judicial contra a empresa que efetuou a venda.

Negativação Indevida do Nome/CPF

1O que fazer quando seu nome é negativado indevidamente no SPC/SERASA?
Para resolver negativação indevida, é necessário entrar com ação judicial e solicitar a regularização do nome. Além disso, quem possui negativação indevida, tem direito de receber indenização por danos morais. Mas lembre-se, o valor indenizatório só é possível a quem não possui negativação anterior e ativa.
2Quem tem Direito a indenização por dano moral de negativação indevida (“nome sujo”)
Não. Se o seu nome já estava “sujo” antes da negativação indevida, você não terá direito à indenização por danos morais. Deste modo, será possível apenas entrar com uma ação judicial para que este débito indevido seja cancelado e seu nome retirado dos órgãos de proteção ao crédito (ex.: SCPC, SERASA Experian, SPC).
3Como agir em caso de negativação de nome indevidamente?
É necessário entrar com um processo judicial para, em seguida, obter indenização por danos morais.
4Como comprovar negativação indevida?
Existem diversas formas de comprovar que a negativação é indevida, por isso, é necessário examinar o caso de cada consumidor. Uma das formas é apresentar em juízo o comprovante de pagamento da dívida, por exemplo. Vale ressaltar que negativação indevida do nome é passível de recebimento indenizatório por danos morais.
5A diminuição do score por negativação indevida gera indenização ou dano moral?
Não, o que gera indenização é a negativação indevida em si, ou seja, não importa se o score diminuiu ou não, basta que o nome seja negativado de forma errônea.
6Como consultar nome negativado indevidamente?
Você pode consultar seu CPF de forma gratuita nos sites Serasa e Boa Vista.
7Como saber qual empresa colocou meu nome no serasa/ no spc/ sujou meu nome indevidamente?
Assim como a consulta do CPF, os sites Serasa e Boa Vista também mostram de forma gratuita qual empresa negativou seu nome.

Problema com Plano de Saúde

1Devo processar meu plano de saúde?
Essa pergunta é muito comum entre os consumidores que se sentem lesados. Então, para saber se deve processar o plano de saúde, é preciso avaliar a circunstância. Se você estiver passando por essa dúvida, nós podemos te ajudar.
2Como processar plano de saúde?
O primeiro passo para processar plano de saúde é buscar um profissional que cuide do seu caso. Ao fechar acordo com o advogado, ele dará início à petição, documento que expõe os fatos que o levaram a entrar com a ação judicial, além de alegar quais direitos foram infringidos.
3Como processar plano de saúde empresarial?
Não há diferença entre processar plano de saúde empresarial e plano de saúde individual, por exemplo. Isso porque a relação de consumo acontece entre a operadora do plano de saúde e o beneficiário. Portanto, a empresa em que trabalha não terá papel ativo nessa situação, assim como não precisa ser comunicada sobre o processo judicial.
4Quanto tempo demora um processo contra plano de saúde?
Não há como estipular quanto tempo demora um processo contra plano de saúde, pois existem diferenças de local para local, portanto, um caso pode levar mais tempo que outro.
5O que fazer se o plano de saúde negar cirurgia?
O médico possui a habilidade necessária para dizer se uma cirurgia é ou não necessária para manutenção da vida e saúde do paciente. Portanto, se o profissional solicita que determinado procedimento seja realizado, e a cobertura pelo plano de saúde é prevista em lei, não deve haver negativa.
6O que fazer se o plano de saúde negou a cirurgia, mas já foi feito o pagamento para o médico particular?
O médico possui a habilidade para dizer se uma cirurgia é ou não necessária para manutenção da vida e saúde do paciente. Portanto, se o profissional solicita que determinado procedimento seja realizado, e a cobertura pelo plano de saúde é prevista em lei, não deve haver negativa.
7O que fazer se houver problemas com carência do plano de saúde?
As carências são estipuladas em lei, mas existem exceções, como por exemplo em casos de urgência e emergência. Por isso, é necessário analisar caso a caso para saber se é elegível.

Problemas com Viagens

1Quando você pode ingressar com um processo por problemas com viagem?
Quando o consumidor se sente lesado, deve iniciar uma ação judicial, é por isso que existe o Código de Defesa do Consumidor. O CDC trata das relações de consumo nas mais variadas esferas, a fim de fazer valer os direitos do consumidor e evitar que estes sejam prejudicados.
2O que fazer em caso de extravio de bagagem?
A primeira coisa a ser feita em caso de bagagem extraviada é se dirigir ao balcão da empresa que prestou o serviço e avisar a um funcionário. Em algumas situações, é possível encontrar a mala através do localizador do bilhete de embarque.
3 Qual é o valor da indenização por extravio de bagagem?
Quando uma bagagem não chega ao destino final do passageiro, a situação gera transtornos. Por isso, o consumidor deve ser restituído pela perda, inclusive se houver prejuízos decorrentes da situação.
4Como processar uma companhia aérea?
Processar uma companhia aérea, de modo geral, segue o mesmo protocolo que outros processos, funciona assim: o primeiro passo é buscar um profissional para cuidar do seu caso. Ao fechar acordo com o advogado, ele dará início à petição, documento que irá expor os fatos que o levaram a entrar com a ação judicial, além de alegar quais direitos foram infringidos.
5O que fazer em caso de reserva cancelada?
Quando a reserva é cancelada, sem um motivo que justifique a ação, o cancelamento gera prejuízo ao consumidor. Por isso, é possível ingressar com uma ação, a fim de pedir indenização por danos morais.
6O que fazer se a acomodação for inferior à contratada?
Quando a acomodação oferecida é inferior à contratada, a diferença de valor deve ser ressarcida. Além disso, se a troca prejudicar a experiência do consumidor, é possível iniciar o processo judicial e pedir indenização por danos morais. Isso porque, é compreensivo que a mudança pode gerar abalos psicológicos ao viajante.
7O que fazer em caso de pacote de viagem cancelado?
Quando um pacote de viagem é cancelado sem uma justificativa plausível, é possível iniciar o processo judicial e pedir indenização por danos morais. Isso porque, é compreensivo que o cancelamento possa gerar abalos psicológicos ao viajante.

Serviços Financeiros

1Devo processar meu banco por cobrança indevida?
Depende. Quando acontece uma cobrança indevida, a primeira coisa a ser feita é entrar em contato com o banco, a fim de entender do que se tratam os valores cobrados.
2Meu cartão foi clonado, o que fazer?
Ao perceber que o cartão foi clonado, é necessário entrar em contato com o banco, a fim de cancelar o cartão. Se alguma compra for realizada de forma fraudulenta, também é possível exigir o cancelamento da cobrança.
3Posso entrar com processo por clonagem de cartão?
A primeira coisa a ser feita é entrar em contato com o banco e cancelar o cartão. Em seguida, caso haja alguma compra realizada de forma fraudulenta, também é possível solicitar o cancelamento desta.
4Meu banco está cobrando tarifa indevida, o que eu faço?
Antes de tudo, é muito importante entender que o banco só deverá cobrar tarifas menores ou não cobrá-las, caso haja uma promessa entre a empresa e o consumidor. Então, é de suma importância analisar este cenário.
5Cheque devolvido gera indenização?
A devolução de um cheque, como qualquer outro ato de uma instituição financeira, quando realizado de forma errônea, é passível de processo judicial. No entanto, vale lembrar que antes de recorrer à essa medida, é importante buscar uma resolução extrajudicial, ou seja, tentar resolver a situação de forma amigável, diretamente com o banco.
6Meu banco condicionou a venda de um serviço a outro, o que devo fazer?
A venda de um serviço condicionado a outro é considerado venda casada. Por exemplo, quando um banco alega que a obtenção de um empréstimo só será possível se adquirir um seguro. A prática, por sua vez, é proibida.
7Um banco que eu nunca fui cliente está me ligando para cobrar uma dívida. O que eu devo fazer?
A primeira coisa a ser feita é informar que você nunca foi cliente deste banco, ou seja, que nunca contratou os serviços da instituição. Se mesmo assim as ligações de cobrança continuarem, é possível iniciar um processo judicial para exigir que o banco deixe de efetuar as ligações.
8Sofri uma fraude e fizeram um cartão em meu nome, o que devo fazer?
Em situações como essa, é necessário ingressar com um processo judicial para que a cobrança seja cessada, além de solicitar a indenização por danos morais, devido ao transtorno sofrido.

Ainda tem dúvida? Entre em contato: atendimento@processeaqui.com

Quero Processar